domingo, 22 de junho de 2014

Avaliação: BMW E90 335i Motorsport 2008

Mais uma BMW Série 3 no blog!
A geração E9X, introduzida em 2006 para substituir a E46, ficou no mercado até 2012, quando entrou a F30. Era dividida em E90 (sedã), E91 (touring), E92 (coupe) e E93 (cabrio), ainda não havia a separação de coupé e cabrio como Série 4 nem esses crossovers estranhos "GT" ou "Gran Coupé".


O exemplar em questão é uma 335i Motorsport pré-LCI, adquirida com apenas 20.000km de seu segundo dono ainda neste ano. Tem motor N54 3.0 biturbo com 306hp a 5800rpm e 400Nm de torque entre 1400 e 5000 rpm. É uma patada FORTE. A powerhouse está acoplada a uma caixa automática epicíclica de seis marchas da ZF, com aletas redundantes no volante para trocas de marcha. O carro em questão tem cold air intake aFe, que eleva a potência em pouco mais de 20hp e garante um ronco de aspiração mais encorpado. O grande barato deste motor é a possibilidade de upgrades disponíveis no aftermarket: com piggyback, downpipe, cold air intake e escape passa-se fácil a marca de 450hp.


Os motores seis cilindros da BMW tem a característica de serem suaves e elásticos, e o N54 honra a tradição. Sobe de giro muito fácil, aspira MUITO ar e pouco vibra. Entrega torque suficiente para alterar o sentido de rotação da terra e aceita perfeitamente o clichê de "faz colar as costas nos bancos". E que bancos, uau. Os bancos da linha Motorsport são magníficos: além de extremamente confortáveis, tem regulagens de extensor para as coxas e ainda acerto eletropneumático das abas laterais, para dar suporte em curvas. Dá vontade de não sair do carro nunca. O volante segue a mesma linha: aro grosso, revestido por um excelente couro perfurado e o famoso ///M estampado. A cabine é tipicamente bávara, com os caríssimos tapetes de veludo (R$ 1.800,00 o jogo), LEDs alaranjados no teto e acabamento notavelmente superior aos modelos de entrada, com a grande tela do iDrive  dominando o centro do painel. O cluster tem a clássica iluminação laranja nos tradicionais instrumentos analógicos. O espaço atrás é um tanto escasso, mas quem se importa?



A dinâmica deste carro é sublime. A suspensão é firme, tipicamente dos carros de Munique, e não chega a ser dura a ponto de incomodar. Chacoalha um pouco em pisos ruins por conta do pouco curso da suspensão, da barra estabilizadora e dos pneus de perfil baixíssimo montados nas rodas de aro 18. Os pneus Bridgestone Potenza GIII 225/40 R18 à frente e 245/35 R18, montados em rodas 18"x8" e 18"x8,5", respectivamente, tem aderência que beira a insanidade. A sensação que se tem nas mãos ao dirigir é que eles chupam o asfalto, é até engraçado. Transmite MUITA confiança e a direção de relação variável só ajuda: um pouco mais lenta perto do centro, para evitar sustos em altas velocidades e dar sensação de centro, e bem mais rápida conforme se chega próximo dos batentes, de forma progressiva. O peso é simplesmente perfeito.

Freios: muito fortes. Resistem bem ao fading e tem dutos de ventilação, como toda BMW moderna. Os grandes discos param o carro com eficiência digna de nota, tipicamente bávara. O freio de estacionamento é por alavanca, como deve ser. Nada daquelas porcarias eletrônicas dos Audis ou por pedal, como nos Mercedes.


No geral, podem-se repetir todos os elogios feitos à F30 no post anterior, e adicionar alguns outros. O teto solar deste carro é excelente, e é possível rodar a 200km/h com ele aberto sem problemas com ruídos e turbulência. É maravilhoso! Há o útil sensor de estacionamento dianteiro, que evita raspadas de para-choque em garagens apertadas de prédios; o teto escuro deixa o carro aconchegante e sombrio ao mesmo tempo, já avisando que quando o pedal direito afunda o tempo fecha pra valer.


A aceleração de 0 a 100km/h acontece na casa dos 5s baixos, e a velocidade final fica em torno dos 280km/h. Como quase todo BMW, a aceleração de 120km/h em diante impressiona mais que o "zero-a-cem", e o carro continua empurrando e empurrando e empurrando. As retomadas são bestiais, sendo que a de 120 a 200km/h especialmente insana. Mais insano ainda é desligar os controles de tração e estabilidade e deixar a máquina escorregar de lado, lixando os pneus traseiros sem cerimônia! E olha que grip é o que não falta pra esse carro....mas o motor N54 vence a briga e queima os borrachudos sem dó!

A 335i é perfeita para brincadeiras em serras, com curvas apertadas, e melhor ainda para estradas abertas e velocidades dignas de Autobahn. Pode-se passar o dia inteiro andando a mais de 200km/h com todo o conforto de classe executiva, sem cansar. O ronco dos sechs zylinder agrada muito os ouvidos, mas é um tanto baixo e abafado, por ser um carro de luxo. Os elementos de design da Série 3 estão todos lá, como a grade em formato duplo rim, a hofmeister kink, os dois vincos horizontais nas laterais e os faróis de elementos duplos e circulares. É um belíssimo carro. E rápido, muito rápido.

5 comentários:

  1. Muito boa avaliação e realmente, a patada vem forte. Você possui este carro, ou conhece o dono? Gostaria de saber preço médio de manutenção com peças nacionais e/ou trazidas de fora. Coisas como pastilhas e discos de freio, bomba de gasolina (li sobre problema crônico na mesma), bobinas, amortecedores, bomba d'água, etc.
    Ainda sobre os custos, se tiver informação sobre valores de CAI, downpipe, etc. para ela gostaria que compartilhasse conosco.
    Fiz test-drive em uma 2008 (porém estava bem surrada) com stg2 (450cv) aqui em SP e vem forte, apesar da solidez e grip fenomenal do carro não dar tanta sensação de aceleração (sinto bem mais a "puxada" em meu TSi 2.0 com 300cv, mas acredito que não pela potência em si e sim pelo comportamento dinâmico do carro como um todo) e passar uma confiança indescritível ao acelerar.
    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Cara, vc que provou das duas: 320i e da 335! Qual vc pegaria pelo mesmo valor? Uma 335 09/10 ou uma 320i 13/14?
    Abraço e parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo artigo, expressou com emoção, o que esse carro passa verdadeiramente. Até julho 2016 devo mudar. Tenho uma 550i V8 367cv injeção direta, 50 torque, mas não tem a dinâmica da 335i, mesmo tendo menos potência o torque é entregue mais rápido, carro mais leve

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma 335i 2008 e é verdade mesmo tudo oque esta escrito, é realmente incrível.
    Estou com ele a venda com anuncio na OLX.

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma 335i 2008 e é verdade mesmo tudo oque esta escrito, é realmente incrível.
    Estou com ele a venda com anuncio na OLX.

    ResponderExcluir